Blog

Gerenciamento de logs: por que usar e como escolher

14 de Novembro de 2018  

Aumento na produção de dados dentro da empresa gera preocupação e deve ser acompanhada por uma gestão de logs eficiente. Confira no artigo.

O avanço da tecnologia trouxe imensas facilidades, principalmente para o armazenamento de informações e dados das empresas. Porém, ao mesmo tempo em que facilitou a vida dos empresários, o excesso de dados gerados criou um problema real de gerenciamento de informações e de logs de dados.

E se a sua empresa ainda não investe em gestão de logs, algumas questões, principalmente com relação a segurança e monitorização, devem começar a preocupá-la desde já.

Neste artigo, você vai entender melhor o que é uma gestão de logs, a importância disto para manter a segurança da sua empresa e os critérios que a empresa precisa levar em consideração para escolher um bom gestor de logs.

O que é gerenciamento de logs?

Primeiro, é crucial entender o que é um log de dados, para então compreender a importância de gerenciá-los. Em uma empresa, há a presença de servidores, equipamentos de TI, firewalls e programas de computadores.

E todos eles são acedidos o tempo inteiro, sofrem modificações ou inclusões de informações que são importantes para as corporações. Sem o devido controlo, alterações nos sistemas ou mesmo a obtenção não autorizada de informações secretas podem gerar problemas e prejudicar o facturamento da empresa.

Nesse cenário, justo para evitar a perda de controlo nas alterações e acessos de informações e sistemas, é realizado o log de dados. Esse log representa o registo de cada ação realizada em sistemas desde a autenticação até modificações.

Mas a quantidade de dados gerados nesse processo é inimaginável, especialmente em grandes empresas. E analisá-las torna-se impossível sem um gestor de logs eficiente, que tem o papel de armazenar e esquematizar os dados de forma a estarem facilmente disponíveis a qualquer momento pelos responsáveis na empresa.

E é então que chegamos até a questão: qual a importância de se ter, controlar e analisar os registos de dados para a empresa? Detalharemos o assunto a seguir.

Por quê um gestor de logs é importante hoje?

O cenário actual é de uma multiplicidade imensa de sistemas, programas e aplicações, e cada um deles gera uma quantidade grande de dados, que ficam presos em históricos muitas vezes confusos ou difíceis de ler.

Em outras palavras, acompanhar manualmente os dados de logs gerados pelos servidores, sistemas e programas da empresa pode ser humanamente impossível. Ao mesmo tempo, com toda insegurança virtual causada principalmente por grupos de hackers, a segurança da informação nunca foi tão importante.

Manter um gerenciamento de logs resolve essas problemáticas, tão graves na actualidade. O papel do gerenciador é centralizar todas as informações de logs geradas pelos sistemas e servidores de sua empresa.

Da mesma forma, alguns desses gerenciadores avisam para os funcionários responsáveis quando há algum comportamento diferente do esperado, o que os auxilia a identificar em tempo real tentativas de invasões por hackers ou violações de acesso, por exemplo.

Como escolher um software de gestão de logs?

Diante o que já foi dito no artigo, fica evidente que escolher uma boa solução em gestão de logs é crucial para manter a segurança e produtividade dentro de uma grande empresa.

Mas, afinal, como escolher um gestor de logs? O que ele precisa ter para atender bem as necessidades de uma corporação? Confira alguns pontos que devem ser avaliados pela empresa antes de tomar a decisão de compra.

1. Facilidade em monitorização

Claro, quando falamos de gerenciamento a facilidade para realizar a monitorização é um item essencial. O gestor precisa ser capaz de acompanhar e alertar a equipa de Segurança da Informação da empresa sobre qualquer anormalidade de maneira imediata.

Dessa forma, a equipa da empresa passa a atuar com um tempo de resposta quase imediato aos potenciais problemas que surgirem. A resposta imediata pode fazer toda a diferença em um caso de tentativa de violação de acesso, por exemplo.

2. Armazenamento seguro de informações

Não basta armazenar todos os dados gerados, um bom gestor também precisa ter um sistema de compactação dessas informações, além de criptografia, que garantirá a segurança das informações.

3. Sistema de busca interno

Além de armazenar bem os dados, é necessário também ter um bom sistema de busca interna. Afinal, do que adianta armazenar tão bem todas as informações, se aceder a elas é difícil e com ferramentas de buscas complicadas?

4. Adequado para as necessidades da empresa

É preciso que a empresa saiba suas reais necessidades de armazenamento de dados. Por exemplo, por quanto tempo as informações devem ser armazenadas? Existem leis no país que falem sobre esse armazenamento? Se sim, a solução escolhida segue essas leis?

Todas essas questões devem ser avaliadas antes de escolher uma solução de gerenciamento de logs e é importante que tudo seja avaliado pela equipa de Segurança da Informação da empresa.