Blog

Virtualização de servidores para empresas

08 de Junho de 2018  

Conheça as vantagens e benefícios em adotar a virtualização de servidores para sua empresa

As tecnologias da informação dinamizam o ambiente corporativo, a contribuir para uma atuação mais competitiva no mercado. Muito provavelmente sua empresa já deve ter lançado mão de alguma solução em TI para melhorar algum processo. E é sempre possível evoluir, uma vez que o universo tecnológico está em constante transformação, a oferecer alternativas focadas na eficiência, a gerar redução de custos.

A virtualização de servidores é uma dessas soluções, que pode contribuir para otimizar seu negócio, a reduzir gastos com energia elétrica, alocação de espaço e aquisição de outros equipamentos. É sobre isso que iremos tratar neste artigo.

Virtualização de servidores

É a ação de criar uma versão virtual de um sistema operacional, um servidor ou um sistema de armazenamento, por exemplo. Isto significa dividir os recursos de um hardware (servidor físico) em servidores virtuais que podem ser utilizados para diferentes finalidades.

Desse modo, um mesmo hardware pode executar vários sistemas operacionais, sem haver interferência entre eles.   

Requisitos para a virtualização de servidores

A base para realizar a virtualização é uma estrutura física, ou seja, um servidor físico, com os recursos de CPU, discos, memória, conexão de rede e conexão a SAN. No hardware é instalado um sistema operacional básico, capaz de ser dividido em partes menores. Hypervisor é o nome dado a esse sistema e cada uma de suas partes corresponde a uma máquina virtual. Para reduzir as possibilidades de problemas e necessidades de manutenção, além de aumentar os recursos das máquinas virtuais, o espaço utilizado em disco e a memória devem ser sempre menores.

O hypervisor irá simular, em cada divisão do hardware, uma máquina virtual. Elas terão capacidades diferentes conforme suas necessidades específicas. Desse modo, haverá uma alocação de recursos dinâmica, em que mais memória possa ser alocada para apenas uma ou algumas delas, para outra, espaço em disco, e assim por diante. Ainda é possível dividir o tráfego por prioridade de máquina virtual, na configuração de hypervisores mais desenvolvidos.  

Os discos permanecem arquivados dentro do sistema operacional. A CPU e a memória são acionadas conforme a demanda.

Um sistema operacional diferente é instalado dentro de cada uma das máquinas virtuais, a funcionar isoladamente dos outros, a usar apenas os recursos que lhes forem destinados. Um servidor com 18 GB de memória, por exemplo, pode abrigar 9 sistemas, a utilizar 2 GB cada um, contanto que a totalidade dos recursos não seja comprometida ao mesmo tempo.

Aplicação no ambiente corporativo

Nos ambientes corporativos, que demandam alta disponibilidade, as máquinas virtuais ficarão alocadas em uma SAN, um espaço compartilhado entre todos os servidores, conhecido como storage. A variação virtual da SAN chama-se VSAN.

Gerenciar os discos a partir de um único ponto é uma grande vantagem para as empresas, pois é possível distribuir o desempenho de maneira mais uniforme, a definir as prioridades entre os sistemas operacionais instalados.

Vantagens da virtualização

Conheça as principais vantagens que a virtualização de servidores pode trazer para sua empresa na lista que preparamos a seguir:

  1. Diminuição do tempo de inatividade do sistema (downtime): a virtualização preserva dados, evita paradas imprevistas, interrupções no ambiente de produção, entre outras possibilidades;
  2. automação aprimorada dos processos;
  3. retorno elevado sobre o investimento;
  4. aumento de utilização do servidor para até 90%;
  5. menor custo operacional em até 40%, com economia de energia elétrica;
  6. reduz a utilização de espaço físico;
  7. recursos disponíveis melhor utilizados;
  8. centralização da gestão;
  9. facilidade nos backups e maior segurança;
  10. recuperação facilitada em desastres;
  11. autonomia em relação a servidor físico;
  12. plena compatibilidade nas aplicações;
  13. resposta dinâmica a diferentes demandas de trabalho;
  14. transparência e fácil migração de ambientes;
  15. máquina virtual como ambiente de desenvolvimento;
  16. adequado para simulações.

Decidindo sobre a virtualização

A coisa mais importante que se deve fazer antes de adotar a virtualização de servidores é avaliar se sua aplicação irá melhorar o desempenho da empresa. Tente responder às questões a seguir, antes de tomar a decisão:

  • terei uma redução de custos que justifique o processo?
  • trará maior agilidade ao processamento de informações?
  • os processos internos serão facilitados?
  • a produtividade sofrerá um aumento significativo?

Se as respostas forem positivas, o próximo passo é pensar em quem seria o responsável pelos servidores, o que inclui sua manutenção e os ajustes, sempre que houver necessidade.